• ÚLTIMAS
728 x 90

Boletim ADUFPI: Encontro da ADUFPI com a regional de Picos se dá em clima de indignação

Encontro da ADUFPI com a regional de Picos se dá em clima de indignação contra a administração da UFPI

 

I. Encontro da ADUFPI com a regional de Picos se dá em clima de indignação contra a administração da UFPI

  

 Mesa: Geraldo Carvalho (ANDES), Mário Ângelo (presidente da ADUFPI), Vitório Neiva (advogado) e Leonardo Ferreira (sec. geral/ADUFPI). 

 

No dia 30 de março foi realizado na Regional de Picos no Campus Senador Helvídio Nunes um encontro para discutir entre outros assuntos o Assédio Moral (professora Maria de Lurdes Nunes- comissão de ética/UFPI) ;desafios do trabalho docente (vices-presidentes da Regional NE- I do ANDES-SN Geraldo Carvalho e Marcone Antonio Dutra), E a construção da pauta de reivindicações de 2011 e o calendário de atividades (Mário Ângelo, presidente da ADUFPI). Além dos temas acima mencionados, o fato marcante em todas as intervenções foi o lamentável acontecimento com o professor Franklin Bispo que está respondendo por um Processo Administrativo Disciplinar- PAD.

 

Professores participam do evento

  

Veja o relato dos fatos:

O professor Franklin Geronimo Bispo Santos, do Campus de Picos da Coordenação de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas, ficou sabendo na última sexta-feira (25 de março de 2011), através de um “MANDATO DE INTIMAÇÃO”, que está correndo um processo administrativo contra ele desde 16 de novembro de 2010. O “mandato” foi entregue em mãos pelo presidente da Comissão de Sindicância Algeir Prazeres Sampaio. O “MANDATO DE INTIMAÇÃO” “intimava” o professor a comparecer, no dia 30 de março, às 17h30min, perante a comissão em audiência para prestar testemunho.

O pedido de abertura de processo foi feito no dia 10 de novembro pela técnica administrativa, Francisca Nilcélia Macêdo, para apurar o possível ato de fúria do docente. O processo administrativo, aberto no dia 16 de novembro de 2010, que não foi comunicado ao principal interessado (Franklin Bispo), também não passou pela coordenação do Curso e nem pelo colegiado.

O professor, que ainda se encontra em estagio probatório,disse que está perplexo com tal situação.E que espera além da justiça, receber explicações do porquê ele não ter sido informado sobre a abertura do processo.

Isso gerou uma revolta no Campus que resultou numa Nota de Solidariedade produzida pelos professores do Campus de Picos. Dos 121 docentes do Campus quase noventa já subscreveram, (até o fechamento desta matéria) a nota. ”Agradeço a solidariedade do Campus pelo apoio que me foi dado diante desta acusação”, finaliza o professor.

A ADUFPI ao tomar conhecimento do fato, no dia 30 (quarta-feira) se fez presente ao Campus de Picos através do presidente Mário Ângelo, secretário-geral Leonardo Ferreira e do advogado Vitório Neiva (Assessoria Jurídica da ADUFPI) onde estão tomando as devidas providencias contra mais este ato arbitrário da administração da UFPI.

 

Clique aqui e veja “MANDATO DE INTIMAÇÃO”

Clique aqui e veja a SOLICITAÇÃO DE ABERTURA do PAD

Clique aqui e veja a DENUNCIA CONTRA O PROFESSOR

Clique aqui e veja a PORTARIA DA DIRETORA DO CAMPUS

Clique aqui e veja a ata do colegiado do curso de Ciências Biológicas

Clique aqui e veja Nota de Solidariedade ao Professor Franklin Bispo (assinados até o dia 30 de março)

 

Presidente da ADUFPI Regional de Picos Isabel Orquiz comanda encontro.

 

II. Ministério Público Federal abre inquérito para apurar indícios de irregularidades na convocação de tutores pela Universidade Aberta do Brasil e Universidade Federal do Piauí

O procurador da República, Marco Aurélio Adão, instaurou inquérito civil público para apurar indícios de irregularidades na convocação de tutores para o Curso de Mídias na Educação da Universidade Aberta do Piauí (UAPI) e supostas ameaças sofridas por servidor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) Magno Vila Castro Júnior, participante do concurso e responsável pela denúncia feita ao Ministério da Educação.

“O objeto do inquérito civil público são os indícios de ofensa aos princípios da administração pública na convocação de tutores para o Curso de Mídias na Educação - modalidade de Educação a Distância, na Universidade Aberta do Piauí - UAPI/UFPI, em detrimento de candidatos aprovados em concurso público para o cargo; e supostas ameaças sofridas pelo servidor da UFPI Magno Vila Castro Júnior, participante do referido concurso, por ter denunciado a suposta irregularidade ao Ministério da Educação (MEC)”, declara Marco Aurélio Adão, em sua decisão.

Um procedimento preparatório já tinha apurado os indícios de irregularidades denunciados em representação à Procuradoria da República no Piauí apresentada por Luciana Maria de Aquino e Magno Vila Castro Júnior.
Para a instrução do inquérito civil, Marco Aurélio Adão solicitou que o reitor da Universidade Federal do Piauí, Luiz dos Santos Júnior, envie no prazo de dez dias cópia do documento do diretor do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da instituição, no qual solicita lotação do servidor Magno Vila Castro Júnior.

 

Portal meio norte - Efrém Ribeiro 31/03/2011.

Clique aqui e veja o vídeo (Denúncia UFPI- Comissão Viciada)

Clique aqui e veja a portaria do MPF sobre inquérito civil público.

 

III. ADUFPI realizará ato público pela abertura do HU e contra a MP 520

A ADUFPI realizará no dia 7 de abril (Dia Mundial da Saúde), juntamente com DCE/UFPI, SINTUFPI, SINDESP, Sindicato dos Médicos, COREN-PI, SINDSERVM, Conselho Estadual de Saúde, SINTSPREVS-PI e outras entidades, um ato público em frente ao Hospital Universitário (HU) pela abertura do hospital. O ato precederá de uma panfletagem na entrada da UFPI, culminando com ato público às 8 horas e 30 minutos na entrada do HU onde as entidades pronunciarão pela abertura do hospital e contra a Medida Provisória 520.

A MP 520, responsável pela criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares S. A., foi rejeitada formalmente pelos delegados presentes ao 30º Congresso do ANDES-SN, visto que, a medida choca-se com as necessidades estratégicas de fortalecimento do Estado na promoção da saúde pública. O ANDES-SN protocolou, no dia 28 de março, na Procuradoria Geral da União, documento que avalia como inconstitucional a MP 520/2010.

Clique aqui para ver a Nota Técnica da Assessoria Jurídica Nacional do ANDES-SN.

 

IV. Planejamento confirma suspensão de concursos e contratações

Está suspensa, por tempo indeterminado, a realização de concursos públicos e contratações de servidores públicos civis em 2011, no âmbito do Poder Executivo Federal. A decisão da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Míriam Belchior, foi publicada nesta segunda-feira, dia 28 de março, no Diário Oficial da União, por meio da Portaria nº39/2011.

A determinação é direcionada aos novos concursos públicos e às nomeações de seleções realizadas em vagas para cargos públicos nos ministérios e nas agências reguladoras, autarquias e fundações.

De acordo com a decisão, não serão prejudicadas as nomeações que foram publicadas até esta segunda-feira, dia 28/03, e a contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, com base na Lei 8.745/93.

Já os cursos ou programas de formação, realizados em concursos compostos de duas ou mais etapas, poderão ser concluídos normalmente, desde que iniciados antes da publicação da Portaria nº 39. Porém, as nomeações dependerão de autorização específica da ministra do Planejamento, Míriam Belchior.

A realização de cursos de formação, que não tenham se iniciado até a data da entrada em vigor desta Portaria, também ficará condicionada à autorização específica da Ministra de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Leia a Portaria nº 39/2011 na íntegra

 

V. Diretores da ADUFPI participarão de Assembleia Geral da Regional de Parnaíba

O presidente da ADUFPI Mário Ângelo junto com outros diretores participarão da Assembleia que ocorrerá no dia 05 de abril no auditório do Campus CMRV. Serão discutidos os seguintes temas: atividades referentes à mobilização dos servidores públicos federais (Ato Nacional do dia 13/04),Construção da pauta de reivindicações e plano de ações para o ano de 2011, além dos informes gerais.

Veja abaixo a carta aberta da Diretoria da ADUFPI (Regional Parnaíba) à comunidade universitária:

 

Carta-Aberta à Comunidade Acadêmica da UFPI

  

A ADUFPI – SS, instituição representativa dos docentes da Universidade Federal do Piauí destaca como sendo um de seus objetivos “lutar pelo ensino público, gratuito e de boa qualidade no Brasil, em todos os níveis, inclusive postulando permanentemente melhores condições de trabalho e elevação do nível das atividades de ensino, pesquisa e extensão nas instituições de ensino superior.”

Com base neste objetivo, a diretoria da ADUFPI – Regional Parnaíba, reunida em caráter ordinário no dia 24 de março de 2011, avaliou que seria oportuno posicionar-se com relação às ações recentes do Movimento Estudantil no CMRV, notadamente aquelas dos alunos do Curso de Psicologia que optaram, de forma legítima, pela paralisação de suas atividades.

Diante dos fatos e de posse do manifesto por eles redigido, a diretoria concluiu que as reivindicações que compõem a pauta deste movimento são legítimas e, em grande parte, coincidentes com as reivindicações do próprio Movimento Docente.

Dentre os problemas relatados no manifesto do Movimento Estudantil, destacamos a falta de professores e as condições atuais de trabalho que impõem ao corpo docente da nossa instituição uma sobrecarga de trabalho. Esta situação muitas vezes leva ao improviso, seja por falta de algum material indispensável à atividade ou pelo fato do professor ser obrigado a trabalhar em uma área diferente de sua especialização, comprometendo assim a qualidade do trabalho prestado por esta instituição.

Avaliamos que as ações do Movimento Estudantil, inclusive a paralisação das aulas, justificam-se, pois se apóiam na defesa de uma educação de qualidade para os cursos da UFPI/CMRV e, desta forma, nos solidarizamos com os alunos do referido curso e nos colocamos à disposição em busca de melhorias imediatas no curso de Psicologia e também dos demais cursos desta instituição.

 

Diretoria da ADUFPI / Regional Parnaíba.

 

VI.Programação Cineclube

O Cineclube Olho Mágico apresentará no dia 6 de abril (quarta-feira), às 18 horas e 15 minutos, no auditório da ADUFPI com entrada franca o filme A maldição dos Mortos Vivos (1987). Lembramos que antes de cada sessão é exibido um curta-metragem.


 

Direção: Wes Craven

 Sinopse: “A Maldição dos Mortos-Vivos” pode ser considerado um filme dentro do sub-gênero “zumbis”, mas apresenta elementos que o diferem da maioria das produções sobre mortos-vivos, principalmente aquelas com mortos putrefatos canibais à procura do cérebro e da carne macia e fresca dos vivos. O filme de Wes Craven utiliza uma idéia central baseada em fatos reais (do livro de Wade Davis), sobre a desagradável experiência de um cientista americano enterrado vivo e descobrindo um pó químico capaz de simular a morte, mesclando a história com elementos sobrenaturais retirados de lendas locais sobre vodu, além de aproveitar também a oportunidade para fazer uma interessante crítica social contra o regime de ditadura do Haiti. O resultado é que não é simplesmente um filme de mortos-vivos sedentos de sangue e famintos por carne, é um filme abordando questões sobre magia negra, um misterioso composto químico capaz de “matar” temporariamente uma pessoa, a horrível sensação de ser enterrado vivo, e o desconfortável sentimento de se viver num país pobre e sem liberdade política, em condições encontradas em vários lugares do mundo.

 

Caro docente, acesse o site da ADUFPI (www.adufpi.org.br) para ficar sempre informado, pois constantemente estamos atualizando. Para ler os Boletins Eletrônicos anteriores clique aqui.

 

Teresina, 1º de Abril de 2011.

A Diretoria. 

 

Deixe seu comentário